Assassin’s Creed Odyssey – primeiras impressões

Lembra de quando falei aqui que a Ubisoft lançaria o Assassin’s Creed Odyssey, todo baseado na Grécia antiga? Tem um tempinho já, eu sei. Mas somente agora eu adquiri o game que estava com um desconto bem bacana. E estou amando cada detalhe.

Assassin’s Creed Odyssey traz escolhas importantes
Assassin's Creed Odyssey - Kassandra ou Alexios

Desta vez o Assassin’s Creed Odyssey permite a escolha entre dois personagens, Alexios ou Kassandra. Eu escolhi jogar com a Kassandra, e a história dela vai se revelando aos poucos através de lembranças que ela tem durante suas conversas com outros personagens não jogáveis. Mas já se sabe que Alexios e Kassandra são irmãos. Imagino que seguir a história de Alexios é uma experiência bem diferente da Kassandra já que ambos foram separados na infância.

Com Kassandra iniciamos a história em seu casebre na ilha de Cefalônia. Ela é uma mulher forte fisicamente e psicologicamente e até tem um jeitão levemente masculino. Eu gostei bastante da personalidade dela, destemida, sem baixar a cabeça pra ninguém e nem acreditar em estorinhas “pra boi dormir”.

Assassin's Creed Odyssey - casebre
Kassandra em seu casebre no início do jogo.

Mas tem uma coisa bastante interessante. Assassin’s Creed Odyssey tem um lado RPG. Dependendo das escolhas que você faz nas respostas que você dá nos diálogos que ela tem, a personagem pode pender para uma reputação boa ou ruim. Isso influencia na história, então logo de cara o jogo avisa para escolhermos com calma.

Escolhas afetam a história e são permanentes.
Ajuda de Ikaros

Kassandra é acompanhada pela águia Ikaros. Esta águia que acreditam ser um presente dos deuses, a ajuda mapeando do alto a área que ela precisa ir, marcando onde estão os inimigos e os tesouros que ela precisa buscar.

Kassandra e Ikaros

Utilizando a tecla V o jogador chama a águia e pode controla-la pelo mouse. Achei bastante útil para montar as estratégias de ataque.

Ikaros mapeando o Palácio de Odisseu na pequena Ítaca.
Habilidades e armaduras

Conforme vamos subindo de nível, ganhamos pontos para distribuir nas árvores de habilidades que vão auxiliar no combate. Caça para quando usamos arco e flecha (particularmente gosto muito do arco para ir eliminando de longe algum dos alvos antes de entrar na luta corpo-a-corpo), combate e assassinato.

Árvore de habilidades

Armas e armaduras vão sendo dropadas ao longo do jogo. E elas terão níveis diferentes, dando maior ou menor dano. É importante colher material pelo caminho que percorrer, como pedras, couro e madeira. Além de dracmas. Pois serão necessários para fazer melhorias nos armamentos. Madeira será sempre necessária para produzir mais flechas para o seu arco.

Uma das armaduras completas que o jogo oferece para compra.
Missões pelo mapa

Eu fiquei bastante impressionada com a quantidade de missões que encontrei apenas na primeira ilha onde o jogo começa. Cheguei somente agora no ponto em que eu preciso conseguir uma nau para sair dela e partir para outras missões. Existe uma linha de quests principais que fazem avançar na história do jogo, e existem outras missões que vão definir o caráter do personagem. Muitos cidadãos para ajudar. E você pode escolher se seu personagem vai ser mercenário ao extremo ou vai fazer coisas por bondade mesmo. Ser herói ou vilão. Eu achei isso bem bacana.

Onde tudo começa

O mapa da Grécia é bem grandinho e, se todas as ilhas tiverem tantas missões quanto a ilha de Cefalônia, então tenho muita coisa pela frente ainda. Até porque eles estão lançando mais conteúdo aos poucos, mais ou menos como a Blizzard faz ao lançar seus patches. Estou ansiosa para chegar em Delos. Quem leu meu livro deve imaginar o porquê. =)

As diversas ilhas gregas. Cada uma tem um nível mínimo de personagem.
Meios de transporte

É muito “chão” para fazer tudo a pé nas ilhas. Por isso, bem no início temos a possibilidade de escolher um cavalo para nos auxiliar no transporte. Apertando o X, seu personagem assovia para chamar o cavalo e ao apertar o E o personagem monta.

Para ir à Ítaca, a ilha mais próxima, foi possível usar uma embarcação pequena. Bem fácil de guiar, basta subir nela e apertar o E para assumir o comando.

O próximo meio de transporte será uma embarcação bem maior que terei que conseguir para partir para terras mais distantes. O jogo oferece algumas opções de customização da embarcação e tripulação caso você queira desembolsar uma graninha extra.

Assassin's Creed Odyssey - embarcações
Algumas customizações de embarcações e tripulação.
Gráficos e Requisitos de Sistema

Os gráficos e a ambientação são impressionantes. Como sempre amei toda a cultura grega, como mitologia e etc (taí meu livro que não me deixa mentir), estou prestando bastante atenção em tudo o que é mostrado. Amei ver as ânforas perfeitinhas, as pinturas dos templos, algumas ruínas e construções já desgastadas por guerras, além dos povoadozinhos coloridos.

Assassin's Creed Odyssey

E as vistas, ah, as vistas de Assassin’s Creed são sempre absurdas de maravilhosas e Assassin’s Creed Odyssey não é diferente. Muito detalhadas, parecem verdadeiras fotografias. Por isso é importante ficar de olho nas configurações mínimas necessárias do seu sistema.

Os requisitos mínimos necessários para o jogo rodar direitinho são:

  • Sistema Operacional: Windows 7 SP1, Windows 8.1, Windows 10 (64-bit)
  • Processador: AMD FX 6300 3.8 GHz ou Intel Core i5 2400 3.1 GHz ou Ryzen 3 – 1200
  • Processador: AMD FX 6300 3.8 GHz ou Intel Core i5 2400 3.1 GHz ou Ryzen 3 – 1200
  • Placa Gráfica: AMD Radeon R9 285 (2GB VRAM com Shader Model 5.0) ou NVIDIA GeForce GTX 660
  • Memória RAM: 8GB RAM
  • Armazenamento: 46GB de HDD livres
  • DirectX: DirectX June 2010 Redistributable
  • Som: Placa compatível com DirectX 9.0c
Super desconto!

Até o dia 24/04 o game está com até 75% de desconto no site da Ubisoft. Dependendo de qual versão do game você escolher. Eu escolhi a versão mais completa, o Ultimate Edition, que de R$229,00, está saindo por R$ 75,57. Aproveita o feriado pra jogar. Tá valendo a pena! Só não joga demais que é pra não dar vertigem =)

Depois me conta aqui se comprou e o que achou de Assassin’s Creed Odyssey. Beijos e até a próxima!

5 thoughts on “Assassin’s Creed Odyssey – primeiras impressões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *