Realizei o sonho de escrever um livro!

A realização de um sonho. Desde criança eu tinha esse desejo de um dia escrever um livro. Cheguei a ensaiar crias minhas próprias histórias, com minhas ilustrações infantis. Certa vez perguntei a minha mãe como se publicava um livro. Eu acreditava ser a coisa mais difícil e fantástica do mundo Ela disse que me ajudaria, que conhecia alguém que tinha acesso a uma editora e que não era difícil não. O tempo passou e eu me dediquei a outras coisas, outros sonhos. Realizei vários deles. Mas o sonhado livro ficou de lado. Até recentemente quando finalmente pude retomar esse projeto antigo.

Minha dúvida era: sobre o que escrever? Que história contar? Já havia escrito contos, textos aqui no blog, imaginado personagens em histórias de rpg. Mas nada disso era uma paixão suficientemente forte para um livro. Acabou que encontrei a resposta na minha própria infância, em meu nome, em mim mesma.

escrever um livro - Filhas de Ártemis
Meu livro, eu que escrevi 😛

Aos 7 anos de idade, meio que sem querer eu comecei a ler mitologia (acho que já citei o livro dos irmãos Stephanides no Democracia Fashion, não é mesmo?). Naquela época, eu sofria todo tipo de bullying, incluindo meu nome que não era muito comum na minha escola. Por causa disso eu não gostava dele. Até descobrir lá pelos meus 12 anos que meu nome tinha a ver com a minha deusa favorita na mitologia grega: Ártemis. A deusa independente da caça, das noites enluaradas, irmã gêmea de Apolo o deus do sol. Ela era também chamada de Cynthia por causa do local de seu nascimento, aos pés do monte Kynthus na ilha de Delos. Aí eu pensei… e se a deusa que acreditavam ser virgem tivesse tido um amor proibido e desse amor tivesse nascido uma filha que foi escondida do mundo todo?

E é disso que se trata minha história. Filhas de Ártemis é o título do livro. Se refere à uma organização secreta de descendentes das ninfas do séquito de Ártemis que juraram proteger as gerações seguintes da deusa.  No livro, acompanhamos a história de Selene Montecintos, que perdeu os pais em situações misteriosas. Ela, acidentalmente, embarca em uma aventura que jamais havia imaginado e descobre poderes, dons herdados da deusa. Selene vai ter que aprender em quem confiar, enquanto tenta trabalhar a dor da perda no seu dia-a-dia.

Selene poderia ser muito bem eu ou você. Uma pessoa comum, tentando seguir a vida. Mas não mais que de repente tudo muda e ela vê que o mundo é bem diferente daquilo que imaginava. No caminho ela faz amizades novas, reforça as antigas e se torna mais forte.

Escrever um livro foi importante para mim em diversos aspectos. A realização de um sonho de menina, a superação do luto. O fato é que a Cynthia que começou a escrever o livro não é a mesma que o terminou. Foi uma jornada, um processo. Pesquisei muito, estudei diversos assuntos, observei a escrita de outros autores que amo com um olhar de estudante. Tiveram momentos em que a produção escrita estava a mil e tiveram momentos do mais completo bloqueio. Pausas longas demais, inseguranças infinitas, medos gigantescos, apego.

escrever um livro - Filhas de Ártemis

Desapegar e finalmente publicar o e-book pela ferramenta da kindle foi difícil. Não que a ferramenta seja difícil de usar, pelo contrário, mais intuitiva, rápida e fácil acho que não há. Mas publicar foi um ato de coragem. Foi colocar a cara a tapa. Mas eu precisava fazê-lo. Terminar um para partir pra uma próxima etapa. Escolhi publicar pela Amazon (kindle kdp) para poder participar da terceira edição do Prêmio Kindle de Literatura. Como as inscrições encerravam no dia 15/10 acabei correndo contra o tempo no finalzinho do livro. Sabe como é, a gente sempre acha que vai dar tempo e acaba fazendo algumas coisas de última hora. Mas consegui, o livro tá lá, participando do prêmio, junto a tantos outros colegas, escritores iniciantes assim como eu. Se eu vencer, ficarei feliz, mas se não vencer tudo bem também. O ato de escrever e eu mesma conseguir publicar foi um marco importante na minha vida, uma vitória por si só.

O livro não está perfeito. E tudo bem. É o meu primeiro. Precisa ser melhor revisado, talvez lapidado. Mas está feito. Tenho orgulho disso. Foi um ato de superação. Era a história que eu queria contar. E como a história só está no começo, depois de um breve descanso, começarei a desenvolver a sua continuação.

Espero que gostem do que escrevi, caso me deem uma chance. 🙂
O link para o livro no site da Amazon está aqui. Por enquanto só está disponível na versão e-book.

Beijos e até a próxima. (prometo voltar ao ritmo normal de postagens agora que finalmente publiquei o livro).

Gostou? Compartilhe!

Posts Relacionados

2 thoughts on “Realizei o sonho de escrever um livro!

  1. Orgulho é a palavra que define esse momento. Estou muito orgulhosa de você minha irmã de alma. Eu acompanhei de perto todo processo e fiquei ansiosa para ver você terminar, e quando publicou na Amazon corri porque queria ser uma das primeiras a comprarem seu livro. Agora estou aqui me deliciando nas páginas dessa maravilhosa história. Parabéns irmã, tenho orgulho de voce!!!

    • Cyn Cardoso says:

      Obrigada mana por ter me acompanhado durante todo esse processo, mesmo de longe, a companhia e os incentivos diários foram fundamentais. Muito obrigada pelo apoio! Espero que você goste da história e da personagem inspirada em você. <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *