Assassin’s Creed Odyssey – Destino de Atlântida, ep 2 – a ida ao Hades

Ontem, dia 04/06, foi lançado a DLC do segundo episódio do Destino de Atlântida de Assassin´s Creed Odyssey. Nesse Episódio, que começa exatamente onde o primeiro episódio parou, descemos ao Hades e a primeira coisa que encaramos é um cãozinho de três cabeças muito irritado, o Cérberus. E a partir daí a coisa fica bem feia.

Tormento de Hades - Enfrentando Cérberus
Kassandra enfrentando o cãozinho de três cabeças

Não resisti e mergulhei no submundo de cabeça. E, sem querer dar spoilers, já digo para se prepararem. Esse episódio mexe com o coração da gente de muitas maneiras.

Para resumir, Hades está puto da vida com a Kassandra (ou Alexios, se você estiver jogando com ele). Derrotar o cão que cuida dos portões do inferno causa um bocado de problemas para o reino do deus da morte. E ele quer que a gente resolva essa bagunça. Ele quer não apenas um substituto para o Cérberus, ele quer 4. Um para cada portão. E no caminho quer que a gente vá fechando as fendas que foram criadas permitindo as criaturas mais horríveis de fugirem do Tártaro.

Conversando com Hades
Hades não está nada contente.

Para quem não sabe, o Tártaro é uma região do submundo para onde vão aqueles assassinos mais cruéis, os mais perigosos, os que não tem a menor chance de redenção. Na mitologia, os titãs foram enviados por Zeus para serem castigados no Tártaro após perderem a guerra para os deuses olímpicos.

No jogo, os prisioneiros que escapam por essas fendas ficam vagando em determinados lugares do mapa. Caso te avistem, eles vão atacar, mas você não conseguirá causar dano neles. Para derrotá-los, será preciso entrar nas fendas. Assim, será possível dar dano nos inimigos, e, ao derrotá-los, a fenda será fechada. Aliás, algo que me chamou atenção ao entrar nas fendas foi a sonoridade. Reparem ao entrar que é possível ouvir as almas sofredoras gemendo. Um lance de arrepiar mesmo.

Fendas do Tártaro

Mas o que é de cortar o coração serão algumas missões que você terá que fazer pelo caminho. Rever alguns personagens. Tem umas histórias bem tristes, afinal o reino de Hades é um reino de sofrimento. Fiquei bastante mexida com algumas delas.

Fora isso, o visual do lugar é ao mesmo tempo aterrador, sufocante e muito maneiro. Por ser tão bem feito, dá a sensação que estamos em um lugar de desolação total. Desesperança. Mas ainda assim somos compelidos a ajudar aqueles que sofrem. Pelo menos foi assim que me senti.

O reino de Hades
Esculturas de Urubus gigantes

Em termos de jogabilidade são disponibilizadas novas melhorias nas habilidades. Para ativá-las teremos que encontrá-las pelo mapa, assim como foi feito no episódio 1. Elas estão associadas ao bastão de Hermes. No que se trata dos novos porteiros do Hades, encontraremos eles entre os Caídos que devemos caçar assim como fizemos com os mercenários.

Os Caídos
Menu dos Caídos

Posso dizer que gostei bastante da experiência pelo Hades. Não imaginei que fosse mexer tanto comigo, mas acaba que esse jogo sempre acha um jeito de nos emocionar. Mas queria mais. Achei a stotyline deste DLC mais curta do que a dos Campos Elísios por exemplo. Comecei e acabei ontem mesmo. Agora é aguardar o episódio 3, que se passará em Atlântida. Depois disso, acho que chegamos ao fim de Assassin’s Creed Odyssey, o que me deixa um pouquinho triste.

Poseidon
Poseidon faz algumas aparições. Gostaria de ver mais deuses. Será que aparecerão no terceiro episódio?

Acho que depois disso jogarei o Origins, que se passa no Egito. Pelo pouco que vi (para evitar spoilers) percebi que a história da descendente de Kassandra é também bastante emocionante. E vai ser legal seguir essa ordem cronológica. Mas nada superará em meu coração o amor pela Grécia Antiga. Confesso que queria muito mais. Mas acho que vou ter que me contentar em escrever sobre o assuno no meu segundo livro. =)

E aí, já deram uma olhada nesta DLC? O que estão achando?
Beijos e até a próxima!

Todas as imagens acima são prints que tirei enquanto jogava <3

3 thoughts on “Assassin’s Creed Odyssey – Destino de Atlântida, ep 2 – a ida ao Hades

  1. Carlos says:

    DLC delícia! é o que tenho pra falar!!!!!
    Seria muito, mas muito legal mesmo se mostrasse todos os Deuses e o Olimpo, mas quem sabe…

    • Cyn Cardoso says:

      Concordo plenamente. Espero que no episódio 3 possamos ver mais Deuses pelo menos. Mas eu acho que se não tiver o Olimpo, ficará faltando algo no jogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *