The Elder Scrolls Online – conheça o jogo com temática medieval que está gratuito esta semana!

Eu sempre fui daquelas nerdzinhas que gostam de RPG e assuntos medievais. Gosto de história de reis, rainhas e guerreiros, e obviamente já joguei GURPS, entre outros. Nerd do tipo devoradora de livros do Senhor dos Anéis. Nerd do tipo que foi visitar no último domingo uma feira medieval para ver como é. Nerd com orgulho. E se tem um tipo de jogo que eu gosto é o jogo MMORPG The Elder Scrolls Online.  Sabe o que é mais legal? Ele está gratuito na Steam essa semana!

De vez em quando a Steam faz dessas coisas, deixa algum jogo gratuito por um tempo para termos a oportunidade de testar.  E foi exatamente numa dessas ocasiões que conheci o The Elder Scrolls Online. Desta vez ele poderá ser jogado de forma gratuita até o dia 18 de abril, não apenas no PC, mas também na PS4, no Xbox One e no Mac.

Visão Geral do Jogo The Elder Scrolls Online: Tamriel Unlimited

Tinha um tempinho que eu não jogava Elder Scrolls pois estava mais engajada no The Sims, como contei aqui. Porém, no último final de semana fui visitar uma feira medieval e lembrei do jogo.

Este game tem origem no jogo de RPG single player Skyrim, que é também bastante famosinho pra quem curte esse tipo de temática. É impressionante a riqueza das histórias, da mitologia do game e das possibilidades que ele oferece. É possível você fazer um personagem que seja mago, porém que usa heavy armor e ao invés de um cajado ele use espada por exemplo. É tipo: go crazy!

Essa elfona linda poderosa, guerreira aí é meu main char no jogo. Meu nível ainda é baixíssimo em comparação as veteranos no jogo, mas eu não tenho pressa de upar, o importante é me divertir.

The Elder Scrolls Online
Minha personagem principal em The Elder Scrolls Online. É um High Elf DragonKnight

São varias raças e classes de opção na hora de criar um personagem (char) novo. E as combinações de rosto, corpo, cabelos e até mesmo voz do personagem são infinitas. Dá pra perder um bom tempo nisso se você quiser fazer o seu boneco com calma. Só para que vocês tenham uma noção das opções, criei um char novo só para mostrar essa parte.

The Elder Scrolls Online: criação de char

The Elder Scrolls Online: criação de char

São, de fato, inúmeras opções. É possível colocar cicatrizes ou tatuagens no corpo e no rosto, além de escolher cor dos olhos, cabelos, penteados, tom de pele, tamanho de orelha, mãos pés… Sério mesmo, tem muita opção em todas as raças. Eu que tenho mania de fazer elfos.

Eu recomendo muito que se escolha com calma a aparência do seu personagem. Depois que você começar a jogar com ele é possível mexer na aparência, mas para isso, você vai ter que desembolsar alguns reais, coisa que eu não recomendo.

The Elder Scrolls Online
Mexer na aparência do seu personagem já pronto é caro, não o façam!

 

O mundo em Elder Scrolls é bem detalhado e bem feito. Tem cenários muito bonitos bem como assustadores. E tem muita magia e criaturas espalhadas pelo mapa.

 

The Elder Scrolls Online

The Elder Scrolls Online

The Elder Scrolls Online

Existem também diversas dungeons pelo mapa que você pode entrar a qualquer momento. A maioria delas tem várias pessoas já lá dentro que acabam se ajudando. Salvo umas dungeons específicas de quests que aí você tem que se virar sozinho mesmo. Nas demais você pode ir em party, ou arrumar uma galera pra te ajudar assim que entrar.

The Elder Scrolls Online
Soltando uns golpes e magias em um NPC.

 

Casa própria no The Elder Scrolls Online

Como havia um tempinho que eu não jogava, houveram várias atualizações. Foi uma grata surpresa descobrir que agora pode-se ter sua própria casa. Há uma quest específica que te ajuda a conseguir seu primeiro cafofo.

The Elder Scrolls Online
A quest para conseguir a “casa” começa e termina com esse sujeito aí. Você precisa levar pelo menos 1 móvel pra começar a mobilhar seu cafofo.
The Elder Scrolls Online
Eu na minha mansão de 2 metros quadrados. Não tá fácil pra ninguém. É isso que eu ganho depois de salvar a vida da Rainha. Vai vendo.

 

Existem várias espalhadas pelo mapa. E se você for um guerreiro bem abastado pode morar bem. No meu caso, não consigo comprar nem esse barraquinho élfico (o jeito é ficar com o cafofo por enquanto):

The Elder Scrolls Online
Barraco caro, né gente? Imagina se fosse no Leblon.

 

Vídeo desta expansão

Neste vídeo dá pra ter uma noção melhor de como é o jogo e suas infinitas possibilidades:

 

Mais sobre o período gratuito, requisitos da máquina (caso você use seu PC ou Mac) e preço!

O período experimental gratuito inclui acesso ao jogo base completo The Elder Scrolls Online: Tamriel Unlimited, e a 500 Crowns para os jogadores gastarem dentro do jogo. Para jogar gratuitamente, basta baixar o jogo e criar uma conta. Com essas 500 Crowns já da pra conseguir uma montaria logo de cara. A minha montaria eu consegui assim. O que super recomendo, já que ficar andando a pé nesse mapa pode ser bem demorado. Existem pontos que te “teletransportam” para outros pontos, o que facilita bastante as viagens também. Você pode adquirir mais crowns por fora, mas custam dinheiro de verdade.

Com as Crowns é possível adquirir várias coisas inúteis também, que servem apenas de “enfeite”. Como essas aparências de nobre e grega.

The Elder Scrolls Online

The Elder Scrolls Online

Eu, na época, quando acabou o período gratuito, acabei comprando o jogo pois gostei bastante. Eles fizeram promoção e tudo mais. Mas eu não recomendo a ninguém comprar sem antes testar e ver se gostou de fato, pois o jogo não é baratinho não. Até o dia 18 ele está com desconto de 63%, saindo a R$ 46,17. O preço normal dele é R$ 139,90. Então, meu conselho é: aproveita pra testar e jogar muito nesse feriado, pois depois fica bem caro mesmo! E só compre, na promoção, se realmente gostar! Isso não é um publieditorial! Só resolvi falar do jogo pois gosto mesmo dele!

A Steam recomenda os seguintes requisitos pro seu PC:

  • OS: Windows 7/Windows 8.1 64-bit
  • Processor: Quad Core 2.3GHz or equivalent processor
  • Memory: 4 GB RAM
  • Graphics: Direct X 11.0 compliant video card with 2GB RAM (NVidia GeForce GTX 750 or AMD Radeon HD 7850)
  • DirectX: Version 11
  • Network: Broadband Internet connection
  • Storage: 85 GB available space
  • Sound Card: DirectX compatible sound card

E no caso dos Macs:

  • OS: OS X 10.9 or Later
  • Processor: Intel i5 processor
  • Memory: 4 GB RAM
  • Graphics: NVidia GeForce 640 or AMD Radeon 5670 (1GB of VRAM)
  • Network: Broadband Internet connection
  • Storage: 85 GB available space
  • Additional Notes: OpenGL: 4.1

The Elder Scrolls Online é da Zenimax Online Studios. 🙂

The Elder Scrolls Online
Fica, vai ter bolo 😀

 

 

Resenha do filme A Cabana – emocionante, toca a alma.

Assisti ontem ao filme A Cabana e o que eu tenho a dizer é: assistam. O filme é simplesmente transformador, edificante, e pode mudar sua maneira de ver as coisas.  É como um afago aos corações mais sofridos. Mas é capaz também de nos fazer encarar de maneira honesta nossas próprias dores.

A Cabana

Para quem não leu e nem viu o filme, eis a sinopse: A filha mais nova de Mack, Missy, desapareceu durante as férias da família e as evidências encontradas em uma cabana abandonada em meio às florestas do estado do Oregon apontam para um brutal assassinato. Quatro anos depois, em meio a uma Grande Tristeza, como ele mesmo descreve, Mack recebe uma carta suspeita, aparentemente escrita por Deus, convidando-o a voltar à cabana para um final de semana. Contra seus melhores argumentos, Mack chega ao local em uma tarde fria e caminha em direção ao seu pior pesadelo. O que ele encontrará ali vai mudar sua vida para sempre.

Acredito que quando a a Sam da Otagai me enviou o ingresso para ver o filme A Cabana ela não imaginava o tamanho do presente que estaria me dando, do bem que me faria. Eu não tenho palavras para agradecer.

Dito isso, preciso avisar a vocês que a partir daqui contém spoilers.

O livro do escritor canadense William P. Young foi lançado no Brasil em 2008. Não lembro exatamente quando foi que eu o li, mas lembro as emoções que me causou. Um livro lindo, de uma sensibilidade absurda, que nos toca profundamente. Na época que li eu já havia perdido o meu pai e certamente me ajudou nesse processo.

Agora, 1 ano depois de ter perdido a minha mãe, o ingresso para ver o filme veio para mim como o convite que Mack recebe para ir encontrar Papai na cabana. Ir à cabana mudou a vida de Mack, bem como assistir ao filme está mudando a minha vida. A Cabana funciona como uma verdadeira catarse, e eu não consigo encontrar palavras para explicar para vocês a intensidade da experiência sem me tornar redundante. Eu chorei praticamente o filme todo.
A Cabana

A doce filhinha de Mack é sequestrada e assassinada. Mack se culpa profundamente por não ter conseguido salva-la. Se culpa por ter desgrudado os olhos dela por um segundo pra salvar seus outros filhos de morrerem afogados no lago em que brincavam. Culpa a Deus por ter permitido que um psicopata fizesse mal à sua garotinha. A perda de Missy abala quase que irremediavelmente a dinâmica da família que era unida e se amava demais. A tristeza está afastando os filhos do pai. E o pai não consegue lidar com a própria dor.

Ao receber a carta, a princípio, Mack acredita ser uma brincadeira de mau gosto de alguém. Mas está sofrendo tanto que resolve ir até o local. É lá que tudo começa a mudar. Ele encontra Deus. E esse encontro é a coisa mais emocionante que você vai ver.

Deus aparece em três formas. Papai ( interpretada pela atriz Octavia Spencer) mostrando que Deus pode tanto ser pai quanto ser mãe, dependendo da sua necessidade do momento. Aviv Alush interpreta Jesus, um cara amigo e acessível, cheio de bondade, indulgência e amor no coração. O tipo de pessoa que você se sente à vontade de estar perto. Sumire interpreta Sarayu (Espírito Santo) de maneira delicada e carinhosa, sua fala é suave e doce, quase como um anjo.

A Cabana
Jesus, Mack, Papai e Sarayu

Imediatamente, quando Mack chega à cabana, você tem vontade de ter ido junto com ele receber um abraço gostoso de Deus. A sensação que se tem é de ter finalmente chegado em casa depois de um período de escuridão e desespero. A simbologia disso tudo é muito forte, principalmente quando você liga as peças ao final do filme.

Eu já chorei no início junto com Mack quando ele perde sua filhinha. Mas a parte que me fez abrir a cachoreira de emoções foi quando Alice Braga, a sabedoria, aparece na tela e pede para Mack julgar o bem e o mal. Esse é o momento em que a catarse acontece de verdade. O tempo inteiro que ele está na cabana ele está revoltado com Deus. Se sente mais à vontade do lado de Jesus, e Sarayu consegue com que ele fique um pouco mais sereno. Mas a mágoa que ele tem de Deus é grande demais, até que se vê na situação em que tem que se colocar no lugar de Deus e julgar e condenar seus filhos. É nesse momento que ele realmente entende os designos de Deus e eu também.

O filme é todo sobre perdão e amor. Antes de qualquer coisa, Deus o ajuda a perdoar a si mesmo. A entender que a culpa de Missy ter se perdido de maneira tão trágica não era de Mack. É um processo doloroso. Mas ainda mais difícil para ele foi perdoar Deus. Ele questiona o tempo todo porque Deus deixou que aquilo acontecesse com sua filhinha. Será que Deus não amava Missy? Claro que amava. E Deus mostra que sempre sofre junto de seus filhos e não os abandona um segundo sequer. Quando Mack perdoa Papai é como um peso saísse dos ombros dele e dos nossos ombros também. Porém ainda falta a parte mais difícil: perdoar o assassino de sua filha. Parece impossível, mas Papai explica que estará sempre nos ajudando a perdoar.

A Cabana

Nesse momento que eu lembro da oração “perdoai nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tenha ofendido”. Com a licença de Deus eu gosto de orar da seguinte forma “perdoai nossas ofensas e ensina-nos a perdoar a quem nos tenha ofendido”. Faço isso, pois ainda estou aprendendo a perdoar, e preciso muito da ajuda de Papai para fazê-lo.

Sinto que, com tudo que me aconteceu – perder primeiro meu pai e mais recentemente minha mãe, fora outras coisas tristes da minha vida – me afastei de Deus. Me revoltei contra ele, fiquei magoada. E continuo magoada. Mas sinto saudade de Papai como sinto saudade dos meus pais. Me dói muito tudo isso. Eu gostaria de ir até a cabana. Me faria um bem tão grande ter esse privilégio de ter Deus me ajudando a organizar meu jardim de emoções que anta uma bagunça assim como o jardim de Mack. Muito embora eu saiba que não é possível, o filme me levou bem perto disso. E eu só tenho a agradecer.  Eu sei que Papai me perdoa por ter ficado brava com ele.  Mas agora eu preciso buscar seu afago.

A Cabana é um filme que todos deveriam assistir. Principalmente aqueles que já perderam alguém e estão lidando de alguma forma com o luto. Preparem os lenços, vocês vão precisar.

A Cabana
Papai mandou dizer <3
Mais informações:

Estrelado por Sam Worthington, Octavia Spencer, Avraham Aviv Alush, Radha Mitchell, Alice Braga, Sumire, Amelie Eve, Megan Charpentier, Gage Munroe, Graham Greene e Tim McGraw.

Direção de Stuart Hazeldine.

Escrito por William Paul Young, em colaboração com Wayne Jacobsen e Brad Cummings.

Roteiro por John Fusco e Andrew Lanham & Destin Cretton.

Produzido por Gil Netter, Brad Cummings.

Todas as imagens do post são do site oficial do filme.

Facebook do filme no Brasil: https://www.facebook.com/acabanaofilme/

Meus objetivos fitness e o que estou fazendo para atingi-los

Logo no comecinho do blog contei para vocês que havia engordado e que estava aos poucos retomando minhas atividades físicas. Engordei por causa do luto, e isso não foi nada legal. É impostante para mim voltar ao corpo que eu tinha antes e voltar a usar as roupas que eu mais gostava.  Por isso, tracei uma meta e um plano. Então vim contar para vocês sobre meus objetivos fitness e o que estou fazendo para tentar atingi-los.

Eu sempre fui ativa, desde que me conheço por gente. Já pratiquei vários tipos de atividades físicas diferentes, desde ballet, dança do ventre, corrida, yoga, pilates, musculação, etc. Mas toda vez que paramos e nos deixamos levar fica mais difícil sair do sedentarismo e retomar o condicionamento. O importante é não desistir e buscar inspirações.

Desde o início do ano comecei a me dedicar de fato ao meu emagrecimento. Coisa que não estava fazendo direito antes. Estava indo à academia 2x na semana apenas, e acredite, aos 36 anos, isso não fazia nem cosquinha no meu processo de perda de peso. Quando vi umas fotos minhas da viagem de natal do ano passado que pensei “Putz! Assim não está nada bom!”. Foi neste momento que decidi que havia passado da hora de voltar a velhos hábitos saudáveis.

Inspiração e motivação para atingir meus objetivos fitness

Esses dias eu vi umas fotos da atriz Paolla Oliveira que me deixaram de queixo caído. Ela está super sarada! Tudo pra interpretar uma policial que sonha em ser lutadora de MMA na novela da Globo que estreou nesta segunda (03/04). O nome da personagem dela é Jeiza e a atriz me deixou pensando no que eu posso fazer pra chegar perto de como ela está hoje.

Meus objetivos fitness - Paolla Oliveira na novela A Força do Querer. Crédito: Globo/Mauricio Fidalgo
Gente, olha essa barriga! Olha esses braços!! Crédito: Globo/Mauricio Fidalgo

Claro que a Paolla tem uma rotina de exercícios super puxada, além de estar se preparando para o papel praticando lutas. Acredito que as lutas que tem a ajudado a definir mais os braços.  Acho muito complicado que eu vá ficar igual, mas gostaria de pelo menos chegar perto disso.

 

Voltando a correr com o auxílio de um App

Mesmo sendo ativa desde sempre, eu nunca deixei de sentir preguiça. A preguiça é minha grande inimiga e muitas vezes me entrego à ela. Mas isso me prejudica demais. Então quando consigo vencê-la me sinto muito vitoriosa.

Para me ajudar a vencer a preguiça, acabei recorrendo a um aplicativo de celular para treinos de corrida. Encontrei este “Corrida para perda de peso“, o qual tenho experimentado e tenho gostado bastante.

Ele traz vários tipos de treinos, de caminhada e corrida, mas o treino que sigo é um plano de corrida com exercícios intervalados (Hiit), que intercalam caminhada com corrida e tiros (sprints) de 80 e 100%. Estudos apontam que os treinos Hitt, seja em qual modalidade for, queimam mais calorias durante um período de até 48 horas após o exercício.

Meus objetivos fitness - App Corrida para Perda de Peso
Prints do aplicativo Corrida para Perda de Peso. Viram um exemplo de treino? Foi o meu treino de ontem. Ele mescla momentos de caminhada com corrida e sprints, aumentando assim a queima calórica.
É possível escolher o treinador que vai te incentivar e avisar das mudanças de caminhada para corrida e sprint. Além disso o app traz inúmeras playlists animadoras que eu adoro. Mas é possível usar as suas próprias músicas também.

Ele é gratuito (muito embora exista uma parte de assinatura, não é obrigatório).  Ele traz várias playlists de treino para te animar e tem vozes de diferentes treinadores que vão te falando quando correr, por quanto tempo e quando caminhar. O aplicativo também te avisa quando beber água e tem receitas para uma dieta saudável. O ponto negativo é que essas dietas são todas em inglês e não são voltadas para o publico brasileiro. De resto o app é até legalzinho e tem me ajudado a melhorar meu desempenho.

Corro agora 3 vezes na semana, 6km por vez. O interessante é que os treinos do app vão aumentando a dificuldade gradativamente, então, quando comecei em janeiro, fazia poucos quilômetros. Fui evoluindo aos poucos até desenvolver o folego pra fazer essa quilometragem.

Não é jabá do aplicativo não, tá gente? É só dica mesmo. Tem me ajudado muito. Cada treino é um desafio diferente. Existem outros aplicativos de corrida com outras metodologias que já usei inclusive, mas no momento estou usando ele.

Aulas de Pilates

Foto FreepikProjetado pelo Freepik

No início fazia só a corrida 3 vezes na semana e controlava a alimentação. Quando senti que comecei a emagrecer bem (eu não me peso nunca, eu vou vendo pelas minhas roupas e percepção mesmo), decidi que era hora de retomar o pilates. O pilates sempre fez com que eu trabalhasse todo o corpo, me deixando com tônus muscular bom, além de alongar e trabalhar a postura. Além disso, senti que meu corpo precisava de uma ajuda extra para aguentar o impacto da corrida.

Meus objetivos fitness - Pilates
Única foto minha (por enquanto!) que eu tenho praticando pilates há alguns anos (2011).
Imagina se tivesse continuado sem parar nenhuma vez até hoje?
De lá pra cá retomei e parei a atividade várias vezes, por motivos diversos. Mas, com certeza, é uma das minhas atividades favoritas!

Mais pra frente, farei um post dedicado apenas ao pilates, mas já posso adiantar para vocês que começo a sentir os efeitos da prática no meu corpo. Sempre odiei fazer abdominais, mas no pilates, meio que sou obrigada a fazer, porém não reclamo. Essa modalidade é uma das minhas favoritas e sinto muito prazer em praticar a cada aula. Nunca é monótono pois os exercícios são infinitos e variados. Além disso, vejo minha evolução, de pouquinho em pouquinho a cada aula. Pratico, por enquanto, 2x na semana em dias intercalados com a corrida.

Canal Saúde na Rotina

Sobre alimentação eu busquei várias informações na internet. Cheguei a aderir por um tempo ao Low Carb, que até me ajudou a secar um pouco, mas acabei achando radical demais. Não é o tipo de dieta para fazer para todo o sempre, principalmente se não tiver acompanhamento de um nutricionista.  Até porque, se você parar pra pensar, se você não estiver bem alimentado não consegue fazer treinos mais pesados. Ainda quero e preciso procurar um nutricionista, mas enquanto não dá vou retomando a alimentação saudável que sempre procurei fazer, e nisso, acabei descobrindo o canal do you tube, o Saúde na Rotina.

Nunca havia assistido, mas depois que comecei não parei mais. O casal Diego e Dafne (ele é professor de educação física e ela instrutora de yoga) falam de vida saudável, sem radicalismos, e dão muitas dicas de reeducação alimentar e exercícios. Além de tirar várias dúvidas importantes. Acabei virando fã, pois além de muito divertidos e simples, eles são atenciosos com o público. Lá tem vídeo novo todos os dias às 20:00.

Beber água!

Eu tenho um problema horrível com beber água. Simplesmente esqueço, mesmo sabendo todas as consequências que isso acarreta. Além de atrasar o emagrecimento pode prejudicar muito a saúde. Ainda estou trabalhando minha cabeça, me doutrinando a beber, pelo menos 2 litros de água por dia. Não consigo entender como é fácil pra mim pecar nisso. Água é a melhor coisa do mundo: zero calorias, hidrata, diminui a fome (ou a vontade de comer que muitas vezes nada mais é do que sede e nos confundimos) e auxilia na desintoxicação do corpo e inchaço.  Como é que a gente pode esquecer de algo assim né? Estou me policiando, mas também é um processo lento.

 

Meus objetivos fitness - Paolla Oliveira em A Força do Querer. Crédito: Globo/Mauricio Fidalgo
Está aí Paolla Oliveira que não me deixa mentir.
Mais uma vez: olha esses braços!
Crédito: Globo/Mauricio Fidalgo

Ainda tenho um longo caminho a percorrer, mas procuro controlar a ansiedade para ver resultados já que não ganhei peso da noite pro dia. Acredito que terei que incluir mais atividades aos meus treinos e ir diversificando com o tempo para atingir os resultados desejados. Não é nada fácil levar uma vida fitness com tantas tentações por aí. Vai ser difícil atingit meus objetivos? Vai. Mas uma coisa eu posso garantir a vocês: Espantar a preguiça diariamente já tem me trazido qualidade de vida, saúde e disposição. E isso já compensa um bocado.

A foto de antes e depois vou ficar devendo pois morro de vergonha. Mas o resultado, quando ele chegar, eu mostro pra vocês, tá? 😉

Como eu sempre digo pros meus amigos: Pro alto e avante!