Papo sério: O Prêmio da Música Brasileira e a situação complicada da cultura no Brasil

Eu não gosto de falar sobre política. Quem visita meu blog e quem me conhece sabe que eu prefiro falar de coisas suaves e felizes. Espalhar amor, luz, alegria e motivação. Não é uma questão de ser fútil ou superficial, a questão toda aqui é que estamos cada vez mais amargos e sombrios e isso não é nada bom. Estamos enveredando um caminho repleto de negatividade, reclamações, briga e confusões. O Facebook já deixou de ser o muro virtual das lamentações para se tornar o muro das brigas e confusões. Tá chato.

Prêmio da Música Brasileira

Eu fiquei super feliz quando recebi o convite de amigos queridos para ir ao 28º Prêmio da Música Brasileira. É música e quem não ama música só pode ser ruim da cabeça ou doente do pé. Me arrumei, me maquiei, fui com os olhos brilhando de uma criança prestes a entrar em um parque de diversões. Sou apaixonada pelo Theatro Municipal, aquilo lá é uma lindeza só. Fui bailarina também, assim como minha mãe foi (ela inclusive aprendeu balé quando criança lá mesmo no Theatro), então ir ao Theatro Municipal, independente da exibição é um evento lindo pra mim. Além disso o homenageado da noite era ninguém menos que o maravilhoso Ney Matogrosso. Gente, como não ficar feliz da vida?

Prêmio da Música Brasileira

O espetáculo foi lindo de viver. Abriu com Ney Matogrosso cantando uma de suas mais lindas canções “Melodia Sentimental“. O que veio a seguir foi Zélia Duncan (responsável pelo roteiro) e Maitê Proença contando um pouco da trajetória de Ney, intercalando sempre as entregas dos prêmios e números musicais. Diversos artistas cantaram as músicas do homenageado da noite. Ivete Sangalo cantou “Sangue Latino“, Chico BuarqueAs Vitrines“(alguém gritou Fora Temer para ele),  Alice Caymmi e Laila GarinBomba H” (com direito a beijo entre as duas ao fim da música), Lenine  cantou “Bicho de Sete Cabeças II“, Pedro Luís O Mundo“, Karol Conka foi maravilhosa ao cantar “Homem com H” e BaianaSystem, uma banda que eu não conhecia, mas me deixou de queixo caído tocou “Inclassificáveis“.

Muitas coisas rolaram, como Elza Soares sendo aplaudida de pé pelo teatro inteiro ao receber seu prêmio, e Zeca Pagodinho recebendo seu prêmio e saindo do palco antes do tempo deixando todos pra trás. Mas o ponto alto mesmo foi o encerramento com Ney Matogrosso nos presenteando com sua super potente voz, ao cantar mais 4 de seus sucessos. Me arrepiei e cantei junto quando ele entoou lindamente o hino “Balada do Louco“.

Foi lindo. Foi divertido e emocionante. E Ney merecia muito mais. Engraçado ver que como aquele artista sempre contestador, dono da terceira maior voz brasileira de todos os tempos, um verdadeiro showman extremamente versátil (cantor, diretor, ator, iluminador de espetáculos e por aí vai), se mostrou tímido ao agradecer a homenagem. Foi aplaudido de pé, claro.

Prêmio da Música Brasileira

Mas o  que me deixou verdadeiramente preocupada nada tem a ver com a beleza do espetáculo. Tem a ver com a falta de verba para realiza-lo. Os organizadores não receberam nenhum centavo sequer para realizar o prêmio.

Devido à falta de patrocínio, a festa teve pela primeira vez ingressos vendidos para o público. O idealizador do prêmio, José Maurício Machline fez um discurso emocionado logo no início sobre as dificuldades de montar a 28ª edição do prêmio. Prêmio este que só aconteceu devido a parcerias com fornecedores, artistas que participaram abrindo mão de seu cachê, e fazendo uma campanha nas redes sociais para promover o prêmio #VaiTerPrêmioDaMúsica. Graças aos esforços e ao amor pela arte que o Prêmio aconteceu.

A iluminação das apresentações estava lindíssima, aproveitando a própria beleza do teatro. As chamadas para cada prêmio eram vídeos dos artistas que aderiram à campanha. Vídeos feitos em qualquer lugar, com o celular mesmo, aproximando mais da nossa realidade. Nada de mega produção.  E o layout dos indicados no telão se assemelhava à parte de comentários do instagram. O prêmio foi simples, mas foi lindo. Deu conta do recado. Teve Prêmio da Música Sim. Já falei que foi lindo? =)

Prêmio da Música Brasileira

Mas é triste constatar o que já estava sendo feito há um tempo. A desvalorização da cultura e educação do nosso país. Se continuar assim, em breve não sobrará mais nada. Estou preocupada. Procuro manter a esperança de que dias melhores virão, mas ver o país indo de mal a pior me deixa assustada. Me dói o coração. Dá medo. Eu simplesmente amo todas as manifestações culturais e as considero primordiais para a vida. Me pergunto onde iremos parar…

 

Design: Loog Guitars cria violões e guitarras para crianças

Quem nunca quis aprender a tocar guitarra quando criança? E até mesmo quando adultos, sabe o quanto é difícil aprender um instrumento de cordas. A não ser naqueles casos raros em que a pessoa já nasce com talento pra coisa e tudo parece ser fácil. Mas a realidade é que para meros mortais, aprender a tocar violão ou guitarra não é uma tarefa simples. Pensando nisso, a empresa Loog de New York desenvolveu uma linha de violões e guitarras para crianças e iniciantes.

Loog Guitars - violões e guitarras para crianças

A Loog Guitars tem dois modelos de guitarra: o Loog Pro e o Loog Mini. Estes instrumentos tem apenas 3 cordas, permitindo tocar qualquer música com os acordes mais básicos e facilitando o aprendizado de quem está iniciando no mundo da música. Juntamente com suas guitarras de 3 cordas, criaram cartõezinhos com acordes e um app para ajudar você ou seu filho (ou sobrinho, irmão mais novo, qualquer criança) a aprender imediatamente.

Loog Guitars - violões e guitarras para crianças

As Loog Guitars  possuem cordas de guitarra reais bem como a afinação. Sendo as cordas as três primeiras de uma guitarra padrão. Além de tudo, o fato de ter apenas três cordas, faz com que o braço da guitarra / violão seja mais fino, fazendo com que a criança não tenha tanta dificuldade de fazer os acordes com suas mãozinhas pequeninas.

A linha Loog Pro é direcionada para crianças com mais de 8 anos de idade (isso inclui qualquer adulto também que queira aprender, tipo eu e você hehehe). São modelos de violão acústico ou guitarra elétrica que possuem tudo o que os violões e guitarras normais possuem, como mão, tarraxas, casas, trastes, pontes, knobs, ponte e um captador. Prontas para tocar. Fora as várias opções de cores. Cada uma mais linda que a outra!

Loog Guitars - violões e guitarras para crianças

Loog Guitars - violões e guitarras para crianças

Loog Guitars - violões e guitarras para crianças

Já a linha Loog Mini é para crianças acima de 3 aninhos. Uma graça!  Projetadas para serem os primeiros violões da criança. Tem o mesmo tamanho de um ukulele, mas soa como um violão regular. Ele também vem com cartões de acordes e o app para ajudar no aprendizado da criança. Uma fofura né?

A empresa Loog Guitars está no mercado desde 2011, e começou como um projeto acadêmico do designer Rafael Atijas. Em março de 2011 a empresa foi lançada no mercado através do Kickstarter, um site direcionado ao incentivo de novas ideias, novos projetos. O bacana da Loog é sua paixão pela música combinada com design sustentável. Eles usam apenas madeira de florestas geridas de forma responsável e são comprometidos com padrões de qualidade e segurança que atendem as regulamentações governamentais.

Loog Guitars - violões e guitarras para crianças

Super bacana né?

Quer ver mais sobre Design? Dá uma olhada aqui. 😉

Dicas para passar o Carnaval em casa, tranquilamente, feliz e sem tédio!

Oi gente, tudo bem? Vão pular Carnaval 2017 nos bloquinhos? Vão viajar pra fugir da folia? Ou simplesmente vão se esconder em casa como eu?  Seguem ideias do que fazer nesses dias de folga, pra quem quer fugir da agitação mas não quer cair no tédio. 😉

Carnaval 2017

 

Importante! Até pra ficar de bobeira dentro de casa é preciso programação. Antes de mais nada vá a um supermercado e reabasteça sua despensa e sua geladeira! Nos dias de carnaval fica um burburinho nas ruas, e até os supermercados ficam cheios de pessoas comprando suas cervejas. Compre suas guloseias e prepare-se pra não precisar sair de casa (a não ser que você queira, claro).

 

Pôr as séries em dia 

Muita gente faz parte da Unidos da Netflix. Aquela galera que ama fazer maratonas de séries, emendando um episódio atrás do outro já é adepto a esse movimento. Se você está sempre na correria e não pode se dar ao luxo de fazer isso, o carnaval é uma ótima oportunidade. Enquanto os foliões pulam nas ruas, você fica tranquilo em casa curtindo sua série favorita. Prepare a pipoca!

Carnaval com maratona de séries, filmes e pipoca!
Carnaval com pipoca… hummmm… veja bem, eu disse PIPOCA!

 

Quer umas dicas de séries? Na Netflix tem uma infinidade, mas tem também as séries da HBO, Fox e muitas outras.

Da Netflix eu indico Shannara Chronicles se você está procurando algo de fantasia épica. Na HBO tem a maravilhosa Westworld que também já falei aqui no blog. The Walking Dead retomou a season 7 na Fox… Quem tem os canais da Net Now pode baixar o aplicativo deles que dá acesso à séries e filmes no tablet e no pc por exemplo e funciona como um sistema de streaming tipo a Netflix.

Uma que eu estou assistindo e que tem uma pegada bem leve, ao estilo de Doctor Who é a The Librarians que tem duas temporadas disponíveis na Netflix. Outra bacana de ver que deu o que falar foi The OA que tem um quê de fantasia angelical misturada com realidade. Ou mesmo a tão falada Black Mirror com sua crítica ao comportamento humano atual. Ou ainda Outlander sobre viagem no tempo de Claire, que volta ao passado ao tocar em pedras ritualísticas e fica presa em um tempo que não é o seu. Tem a The Crown sobre a rainha Elizabeth e sua acensão ao trono; The 100 sobre um futuro pós apocalíptico e adolescentes tomando decisões ruins para sobreviver; as maluquices de Unbreakable Kimmy Schmidt…E a comédia Santa Clarita Diet com Drew Barrymore como zumbi, já assistiu?

Opções de séries não faltam. Sem contar os filmes né? É só se jogar e relaxar. Com ou sem um amor pra chamar de seu, assistir séries (ou filmes) com guloseimas (saudáveis ou não) é aquele momento de total afago na alma que a gente merece no meio de uma vida atribulada.

 

Terminar de ler aquele livro que está empacado no seu kindle (ou estante)

Se você gosta de ler e está sem tempo, quer oportunidade melhor? Fala a verdade, quantos livros inacabados você tem na sua lista? Nenhum?

Carnaval 2017 com livro

Então peraí que tenho duas indicações para fazer. Uma é a saga da Maldição do Tigre que tem até agora 4 livros e soube que ano que vem a autora vai lançar mais um. Que tal se jogar nessa saga e já ficar preparado para o próximo lançamento?

Outro livro que terminei de ler ontem (literalmente) foi o primeiro da saga Trono de Vidro da autora Sarah J. Maas, editora Galera Record. Amei a história da assassina de Adarlan  e já estou curiosa pra ler os demais livros. Em breve faço uma resenha deste livro também.

São leituras pra tirar a cabeça da realidade do dia-a-dia. São aqueles fugas necessárias pra desestressar de vem em quando.  Histórias envolventes, pode ter certeza!

Ai que delícia tirar um tempinho pra ficar na cama lendo um bom livro sem culpa nenhuma!

 

Se exercitar

Academia vai estar fechada? Faz uma caminhada leve – ou corrida, dependendo do seu condicionamento físico. Não saia por aí correndo debaixo de um sol se 40 graus se você não está acostumado com isso porque pode passar mal, prefira os períodos de manhã cedinho ou no final da tarde!

Não quer sair na rua por causa da muvuca que os bloquinhos provocam?  Perfeito, que tal então dançar na sala da sua casa? Não há coisa mais feliz que colocar uma música animada e simplesmente dançar. Dançar como se ninguém estivesse olhando. Dançar é super democrático, qualquer pessoa em qualquer idade pode fazer e se tiver companhia mais divertido ainda.  Além de se divertir você ainda queima calorias e fica feliz!

Solta a franga!

 

Jogue um novo game

Carnaval 2017 com game Paladins

Gosta de games? Tem várias opções do jogos também. Um que eu gosto de jogar às vezes é Paladins da Hi-Rez, um jogo em primeira pessoa no qual você faz parte de uma equipe de 5 jogadores que precisam defender um objetivo. Cada personagem tem poderes diferentes e diferentes mecânicas de jogo. É gratuito e você joga online com outras pessoas. Tipo CS só que com um visual menos agressivo, digamos.

Dá também pra se distrair durante horas no The Sims, como já falei aqui. A expensão de Vampiros está muito divertida!

Se quiser dicas super bacanas de jogos, dá uma olhada no blog do meu primo Pedro Cardoso, o Videogame Mais. Tem muita coisa bacana lá.

 

Cozinhar coisas diferentes

Ir pra cozinha pode ser bem divertido, sabia? Eu adoro cozinhar coisas diferentes, das receitas mais simples às mais elaboradas, é sempre um desafio bacana pra mim. Estou em busca do cookie perfeito e já experimentei várias receitas. Porém a última que fiz foi uma receita muito louca de Tiramisú que durante o processo me atrapalhei toda mas o resultado ficou uma delícia. Quem sabe mais pra frente eu não mostro pra vocês como se faz né?

via GIPHY

 

Mas quer uma receita simples e gostosa? Crepioca! É a coisa mais fácil deste mundo e pode ser doce ou salgada conforme sua preferência do momento.  Olha só como é simples essa receita de Crepioca:

Ingreditentes:
1 Ovo
1 Colher de tapioca
Sal a gosto (se quiser a versão doce é só trocar por açúcar)

Modo de preparo:
Mistura tudo até virar um creme e despejar em uma frigideira já pré-aquecida em fogo baixo. Vai percebendo se o lado que está pra baixo já está cozido e depois vire. O cozimento é muito rápido, fique de olho para não queimar! Depois é só rechear com o que quiser, vai bem com tudo. Queijo, tomates e manjericão ficam ótimos na salgada e a doce você pode por nutella, morangos, enfim… go crazy!

Se tudo der errado, pede uma pizza que tá tudo certo 😉
(E sem culpa! É só voltar pra dieta depois do feriado ;))

Beijos e ótimo Carnaval 2017!