DarkSide Books – livros com design caprichado

Quando os e-books começaram a ser difundidos, houve aquele papo de que isso seria o fim dos livros impressos. Claro que a forma como lemos mudou. Muito do que lemos a gente consegue na internet. Houve (e ainda há) uma crise no mercado editorial, porém, para muitos o objeto livro é algo que nunca vai morrer.  Pois nada substitui o prazer de pegar um livro novinho e folhear suas páginas. E uma das editoras que têm conquistado pelo design de seus livros é a DarkSide Books. Já ouviram falar?

darkside

Estava eu visitando minha livraria favorita quando dei de cara com alguns livros bem diferentes dos que vemos normalmente. Com capa dura e desenhos peculiares nas capas, além do fato de alguns deles têm a laterais das páginas coloridas. Definitivamente o que me chamou a atenção foi o seu design.

Na Darkside®, nós investimos em livros. Especialmente, livros de terror e fantasia. Fazemos questão de publicar as histórias que amamos. Algumas viraram filmes, games ou lendas urbanas, mas todas reservam experiências únicas em suas páginas.Os formatos também são múltiplos: Papel. Digital. Free-books. Edições numeradas de colecionador. Seguindo o padrão quase psicopata de qualidade, cada livro Darkside tem que ser precioso no texto, na capa e no design. Então leia, releia, baixe, divulgue, colecione. No que depender de todos nós, Darksiders, o livro vai continuar mais vivo do que nunca.
Darkside® Books. Book is not dead.

A premissa da editora é incrível né? Só quem tem amor pelos livros consegue entender a importância disso.

darkside

Fundada em 2012, a DarkSide Books, como o nome já sugere, é uma editora voltada para o lado sombrio, ou seja, são livros em sua maioria de terror, suspense, magia e fantasia.  A editora tem cinco linhas principais. Uma toda voltada para mangás;  uma chamada Crimescene voltada para livros de investigação de histórias e assassinos reais; a Cinebook de livros que já se tornaram filme ou filmes que se tornaram livros; e a Darklove, romances escritos por mulheres com uma pegada dark.

darkside

Ainda não havia adquirido nenhum livro da editora, porém, aproveitei as promoções que a amazon fez no último book friday e pedi dois exemplares. Eles chegaram hoje e estou feliz da vida. =)

Um deles é o Wytches, um graphic novel de Scott Snyder e arte de Jock.

darkside
Wytches

 

O Outro é o volume 1 das Crônicas de Amor e Ódio, The Kiss of Deception de Mary R. Pearson.

darkside
The Kiss of Deception
darkside
The Kiss of Deception e seu mapa / poster

 

Vocês já leram algum livro publicado pela Darkside? O que acharam?

Falando em leitura, tem algumas resenhas literárias aqui.

Resenha: A Livraria Mágica de Paris, de Nina George

Tem livros que simplesmente acontecem na sua vida. Como se você olhasse pra ele e ele te chamasse. O livro  A Livraria Mágica de Paris, da escritora alemã Nina George, fez isso comigo. E contrariando a antiga sabedoria popular de “não julgar o livro pela capa”, foi exatamente isso que fiz. Eu o vi, e o comprei, sem saber o que esperar dele. E para minha surpresa, ele era exatamente o que eu precisava ler.

A Livraria Mágica de Paris

Monsieur Perdu e seu barco-livraria

Quem já visitou Paris sabe que ao longo do rio Siena existem vários barcos. Alguns deles sempre ancorados. No livro, Monsieur Perdu é um homem de meia-idade dono de um desses barcos, onde ele mantém uma adorável livraria.

Sua Farmácia Literária, como é chamada sua livraria, e Perdu tem o talento de “prescrever” livros para todas as dificuldades da vida. Apesar de seu inegável talento de ler bem as pessoas, o livreiro de meia-idade trancou seus sentimentos junto com todas as coisas que o lembravam de sua amada em um quartinho de sua casa.

Algumas coisas acontecem e ele se vê obrigado a reabrir aquele quarto. Mais do que isso, ele se vê obrigado a ler a última carta que sua amada deixou e que ele sequer conseguiu abrir.

A Jornada de Monsieur Perdu

Depois de passar 20 anos trancado em si mesmo, sem jamais se permitir sentir alegria alguma na vida, ler esta carta faz tudo mudar.

A Livraria Mágica de Paris

Perdu (que significa perdido em francês) se dá conta do mal que fez em simplesmente deixar de viver todos esses anos. Com a intenção de fazer as pazes com o passado e consigo mesmo, ele parte em uma viagem surpreendente com seu barco em direção ao sul da França.

Inesperadamente, um jovem e famoso escritor decide viajar com Perdu, e no caminho ambos desenvolvem uma valiosa amizade. Ambos conhecem várias pessoas ao longo de sua jornada, e a troca que se dá é muito rica. Cada personagem tem sua própria história, e Perdu vai ajudando quem vai surgindo pelo caminho.

Porque me encantei com A Livraria Mágica de Paris

Quando comprei o livro foi muito pela intuição. Olhei a capa e senti que ele seria leve e alegre. Não estava enganada, mas o que o livro me proporcionou foi muito além do que simples horas de diversão.

O livro trata de uma maneira delicada e poética a difícil superação de um luto. Todo o livro traz trechos memoráveis sobre o amor, sobre a amizade e sobre a importância de se permitir viver e sentir apesar das perdas. Mostra como família podem ser os amigos que fazemos pelo caminho.

E de quebra, quem ama livros, vai se apaixonar pela maneira como esta obra é uma verdadeira declaração de amor à eles. Fiquei com vontade de ter uma livraria para vocês terem uma ideia. E com vontade de voltar à França também.

Como vocês podem perceber, é um livro mais voltado para o público adulto. Uma aventura diferente, mas cheia de significado. Uma obra tocante. Se Monsieur Perdu existisse de verdade, certamente recomendaria este livro para as dores da alma.

A Livraria Mágica de Paris

A Livraria Mágica de Paris é publicado pela Editora Record, e a tradução é de Petê Rissatti. 🙂

Ah! No final do livro tem receitas da Provence e uma lista com todos os livros citados na obra e para que seriam prescritos. Fofo né?

Quer mais resenhas? Dê uma olhada aqui. 😉