BioCouture – E se os tecidos das roupas fossem feitos de micro organismos vivos?

Não, não estou falando em se fantasiar de yakult. Estou falando da BioCouture, uma empresa britânica, baseada em Londres que desenvolve tecidos cultivados a partir de micro-organismos vivos.

BioCouture

Basicamente o que a BioCouture faz é usar uma mistura simbiótica de levedura e bactérias. Em uma espécie de banheira, com  fermento, uma pitada de bactérias e várias xícaras de chá verde e açúcar. As fibras começam a brotar e se propagam, resultando em folhas finas e úmidas de celulose bacteriana que podem ser moldadas em uma forma de vestido.

Suzanne Lee, que foi pesquisadora da Escola de Moda e Têxteis do Central Saint Martins, é o cérebro por trás deste experimento da BioCouture. Ela diz que seu método de fermentação e cultura dos tecidos resulta em uma espécie de “couro vegetal“.

BioCouture

À medida que as folhas secam, as bordas sobrepostas “sentiam” juntas para se tornar costuras fundidas. Quando toda a umidade se evapora, as fibras desenvolvem uma superfície que se assemelha a um de tipo papiro, que pode ser branqueada ou tingida com corantes de frutas e vegetais, como açafrão, índigo e beterraba.

BioCouture

A vantagem de roupas feitas assim, é que não apenas são biodegradáveis, como também servem de adubo. Depois de usar, você pode jogar fora as roupas, ou colocar na terra. Sabe, como algumas pessoas que cultivam plantas fazem ao colocar cascas de frutas e verduras na terra? Tipo isso. Sustentabilidade total!

Dá só uma olhada nesse vídeo em que Suzanne Lee explica como o processo de cultivação dos tecidos acontece (caso você não compreenda inglês, tem como ativar a legenda em português):

Não é muito incrível essa tecnologia? Para mim, a primeira impressão foi de estranheza total e até um certo “nojinho“. E vocês o que acham dessa ideia de roupas e sapatos feitos a partir de bactérias? Muita loucura? Ou “Ok, este é o futuro“?

Deixe sua opinião nos comentários!

Ah, e para mais matérias sobre moda e design, clique aqui. 😉

 

 

Design de caixão? Conheça o trabalho de Paa Joe

Estava eu em minha aula no sábado passado, tranquila, anotando tudo como uma boa aluna, quando a professora começa a falar de Paa Joe, um artista/ designer de caixões. Sim, design de caixão existe gente! Daí você pensa “nossa, que coisa macabra” e meio que torce o nariz. Até você ver as coisas que o ganês Joseph Ashong faz. Mais conhecido como Paa Joe, ele é considerado o mais importante artista de caixão de sua geração. Seus caixões fantasiosos estão nas coleções de muitos museus de arte em todo o mundo, incluindo o British Museum em Londres.

Design de caixão

Dá só uma olhada em algumas coisas que ele já fez.

Design de caixão
Sim, isso é um caixão!

Design de caixão

Design de caixão

Design de caixão

Design de caixão
Conheço gente que gostaria de ser enterrada em uma garrafa de Coca-Cola hehehe

Design de caixão

Design de caixão

Paa Joe começou sua carreira aos 12 anos de idade como aprendiz de artista de caixão na oficina de Kane Kwei (1924-1992) em Teshie. Em 1976, Paa Joe iniciou seu próprio negócio em Nungua. Ele treinou muitos jovens artistas como Daniel Mensah, Eric Kpakpo ou Kudjoe Affutu que também se tornaram artistas de caixões muito bem-sucedidos. Sim, gente, isso existe!

Em 2007, Paa Joe mudou sua oficina de Nungua para Pobiman (Greater Accra), onde trabalha com seus filhos Jacob e vários outros colaboradores. Em 2013, Paa Joe foi convidada para uma residência de seis semanas para Nottingham, Grã-Bretanha.

Em 2016, o diretor Benjamin Wigley e a produtora Anna Griffin da Grã Bretenha, fizeram um documentário chamado  “Paa Joe and the Lion“. Nele, é possível ver um pouco da personalidade do artista, seu processo criativo super simples e autêntico (sem aquelas presepadas de artistas contemporâneos pedantes sabe?) e muitos dos caixões criados por ele. No trailer dá pra ter uma ideia de que ele leva a vida de maneira bem humilde. Um trabalhador com sua batalha diária.

Paa Joe & The Lion Trailer from Benjamin Wigley on Vimeo.

O que eu acho disso tudo? Acho o máximo! Pois a vida é curta demais para a gente levar tudo a sério. E a morte, por mais dolorosa que seja para quem fica (experiência própria), é apenas uma passagem pela qual todos nós passaremos. Então por que não fazê-la de maneira mais leve (dentro do possível)?

E vocês, o que acharam desses caixões fantasiosos?

Quer ver mais artigos sobre design? Clica aqui. =)

Design: Loog Guitars cria violões e guitarras para crianças

Quem nunca quis aprender a tocar guitarra quando criança? E até mesmo quando adultos, sabe o quanto é difícil aprender um instrumento de cordas. A não ser naqueles casos raros em que a pessoa já nasce com talento pra coisa e tudo parece ser fácil. Mas a realidade é que para meros mortais, aprender a tocar violão ou guitarra não é uma tarefa simples. Pensando nisso, a empresa Loog de New York desenvolveu uma linha de violões e guitarras para crianças e iniciantes.

Loog Guitars - violões e guitarras para crianças

A Loog Guitars tem dois modelos de guitarra: o Loog Pro e o Loog Mini. Estes instrumentos tem apenas 3 cordas, permitindo tocar qualquer música com os acordes mais básicos e facilitando o aprendizado de quem está iniciando no mundo da música. Juntamente com suas guitarras de 3 cordas, criaram cartõezinhos com acordes e um app para ajudar você ou seu filho (ou sobrinho, irmão mais novo, qualquer criança) a aprender imediatamente.

Loog Guitars - violões e guitarras para crianças

As Loog Guitars  possuem cordas de guitarra reais bem como a afinação. Sendo as cordas as três primeiras de uma guitarra padrão. Além de tudo, o fato de ter apenas três cordas, faz com que o braço da guitarra / violão seja mais fino, fazendo com que a criança não tenha tanta dificuldade de fazer os acordes com suas mãozinhas pequeninas.

A linha Loog Pro é direcionada para crianças com mais de 8 anos de idade (isso inclui qualquer adulto também que queira aprender, tipo eu e você hehehe). São modelos de violão acústico ou guitarra elétrica que possuem tudo o que os violões e guitarras normais possuem, como mão, tarraxas, casas, trastes, pontes, knobs, ponte e um captador. Prontas para tocar. Fora as várias opções de cores. Cada uma mais linda que a outra!

Loog Guitars - violões e guitarras para crianças

Loog Guitars - violões e guitarras para crianças

Loog Guitars - violões e guitarras para crianças

Já a linha Loog Mini é para crianças acima de 3 aninhos. Uma graça!  Projetadas para serem os primeiros violões da criança. Tem o mesmo tamanho de um ukulele, mas soa como um violão regular. Ele também vem com cartões de acordes e o app para ajudar no aprendizado da criança. Uma fofura né?

A empresa Loog Guitars está no mercado desde 2011, e começou como um projeto acadêmico do designer Rafael Atijas. Em março de 2011 a empresa foi lançada no mercado através do Kickstarter, um site direcionado ao incentivo de novas ideias, novos projetos. O bacana da Loog é sua paixão pela música combinada com design sustentável. Eles usam apenas madeira de florestas geridas de forma responsável e são comprometidos com padrões de qualidade e segurança que atendem as regulamentações governamentais.

Loog Guitars - violões e guitarras para crianças

Super bacana né?

Quer ver mais sobre Design? Dá uma olhada aqui. 😉