28 anos de A Pequena Sereia

O filme da minha princesa favorita de todos os tempos, Ariel, A Pequena Sereia, foi lançado há 28 anos atrás no dia 17 de novembro de 1989. E é claro que eu precisava comentar algo a respeito. Do Heavy Metal às princesas Disney, sim, eu tenho gostos bem variados! Esse é o meu jeitinho hahahahah (piadinha besta, só pra chamar vocês para lerem meu post anterior também, rá!) Eu sou tão fã da Ariel, que o meu bolo de aniversário desse ano foi com essa tema.

A Pequena Sereia

 

A Pequena Sereia e a Era do Renascimento

Muitos não sabem, mas a história dos Estúdios Disney é contada através de suas Eras. Elas são: A era de ouro, Os tempos de Guerra, A era de prata, A era de bronze, O renascimento, O pós-renascimentoA era da renovação e, finalmente, a era dos live-action, ou filmes de “carne e osso”.

Só para ambientar um pouco: a era de ouro corresponde aos cinco primeiros filmes de animação da Disney, Branca de Neve, Pinóquio, Fantasia, Dumbo e Bambi. São filmes inesquecíveis que trouxeram a magia Disney à vida das pessoas.

Os tempos de guerra aconteceram justamente durante a Segunda Guerra Mundial, que por sua vez trouxe muitos problemas. Com verbas reduzidas para a produção dos longas que requeriam uma grande equipe de animadores, os estúdios Disney passaram a produzir animações menores.

A era de prata durou quase duas décadas e filmes que foram arquivados durante a Segunda Grande Guerra são finalmente produzidos, dentre eles nossa amada Cinderela, Alice no País das Maravilhas, A Dama e o Vagabundo, 101 Dálmatas dentre outros.

A era de bronze ocorreu após a morte de Walt Disney em 1966. Os estúdios se afastaram dos contos de fada e se concentraram em histórias originais como Aristogatas, O Caldeirão Mágico, As Aventuras do Ursinho Pooh, Bernardo e Bianca etc. A era de bronze é também conhecida como era obscura, pois houve pouca receptividade do público.

A Pequena Sereia Ariel

Então chegamos ao Renascimento. E aí que A Pequena Sereia se torna um marco na história das animações. Os estúdios quase afundaram na era anterior. Quando A Pequena Sereia chegou aos cinemas em 1989 resgatou a magia dos contos de fadas atraindo novamente o público. Com o filme o mundo conheceu Ariel uma das princesas mais amadas de todos os tempos. Depois disso vieram filmes como A Bela e a Fera, Aladdin, O Rei Leão, Pocahontas, O Corcunda de Notre Dame, Hércules, Mulan e Tarzan.

Algumas curiosidades

O ruivo dos cabelos da Pequena Sereia foram escolhidos por motivos técnicos. Ela inicialmente seria loirinha como as sereias costumam ser retratadas. Mas o ruivo foi escolhido em parte porque o vermelho e o verde são cores complementares, e também porque Daryl Hannah acabava de jogar uma sereia loira no popular “Splash“.

A Pequena Sereia

Afirma-se também que a cor funcionava melhor no escuro no fundo do oceano, além do fato de que o melhor amigo de Ariel, o Linguado ser amarelo era necessário algo que se destacasse mais.

A Pequena Sereia

 

Ariel é uma das primeiras princesas a salvar o príncipe por incrível que pareça. Não foram Elsa e Anna que começaram esse movimento, e sim Ariel. Lá no início do filme tudo o que Ariel queria era poder se aventurar no mundo dos humanos. Só depois que ela vê o príncipe e o salva de se afogar no mar depois que seu navio é destruído por uma tempestade. Ariel o tira da água e canta para ele até ele melhorar, fugindo logo que ele acorda.

A Pequena Sereia Ariel salva Eric

Mais tarde no filme Eric a ajuda a salvar o pai dela, mas não antes de ser salvo novamente por Ariel de ser destruído pela bruxa do mar, Úrsula. Ariel não é em momento algum uma donzela indefesa fazendo tudo por amor. É uma princesa curiosa, que sonha em viver grandes coisas. Encontrar o amor foi apenas consequência. Já Eric era o cara que buscava o amor.

A cor azul-esverdeada da cauda de Ariel foi especialmente misturada pelo laboratório de pintura da Disney – eles chamaram a nova cor “Ariel” em sua homenagem.

Na cena de abertura com o rei Tritão, você pode ver o Mickey Mouse, o Pateta e o Pato Donald na multidão.

Nos desenhos de desenvolvimento originais, Úrsula foi retratada como um peixe-espinho ou um peixe-escorpião.

A Pequena Sereia - Úrsula

Após a primeira exibição, o produtor Jeffrey Katzenberg queria cortar a música “Part of Your World“. (Ele admite agora que é uma história embaraçosa.)

Sobre os nomes das muitas irmãs de Ariel: Atina foi inspirada por um musical que Alan Menken escreveu intitulado “Atina: Rainha do mal da galáxia”, Alana era o aceno lírico de Howard Ashman para Alan Menken e Andrina era o nome de uma das diretoras instrutores de aeróbica.

Os nomes das irmãs de Ariel são Aquatta, Andrina, Arista, Attina, Adella e Alana. O nome completo de Sebastião é Horacio Thelonius Ignatius Crustatious Sebastian.

A Pequena Sereia - irmãs de Ariel

Alan Menken nunca havia composto um título de destaque para um filme da Disney antes, então A Pequena Sereia foi considerada uma espécie de teste. Ele achou que sua primeira música era horrível e tinha certeza de que ele seria demitido.

O nome do tubarão é Glut, embora nunca seja mencionado no filme. Originalmente, Glut voltaria para outra luta, apenas para ser derrotado por Linguado em um momento de glória, mas foi cortado quando a história foi simplificada.

Quando Linguado está falando sobre Sabidão, ele se transforma fisicamente na gaivota por alguns segundos.

A Pequena Sereia - Linguado

Príncipe Eric é considerado um dos príncipes mais charmosos de todos os tempos. É também o segundo Disney Príncipe para matar o vilão do filme, sendo o primeiro, o príncipe Phillip e o terceiro Aladdin (ou quarto, se você contar com a Fera derrotando Gaston). Príncipe Eric é o primeiro Disney Príncipe a ter covinhas e único príncipe Disney a ser pai.

A Pequena Sereia - Príncipe Eric

A Pequena Sereia Ariel e Eric casam

Muitos dos marinheiros que dançam no navio do Príncipe Eric são caricaturas de pessoas da equipe. O homem que dança na plataforma é relatado Razoul Azadani, que trabalhou com Ron Clements e John Musker em vários filmes (recentemente ele era um artista de layout em Paperman).

A Pequena Sereia

Existem outros dois longas contando a história de Ariel. Em A Pequena Sereia 2 vemos Ariel como mãe de uma menininha chamada Melody que faz o caminho inverso da mãe: quer por que quer viver no mar. Ariel é de fato a única princesa a se tornar rainha e mãe nas histórias da Disney.

A Pequena Sereia 2

O filme A Pequena Sereia 3 conta os acontecimentos anteriores do primeiro filme. Mostrando a mãe de Ariel, a rainha Athena, e os motivos porque o rei Tritão queria distância do mundo dos humanos.

A Pequena Sereia 3

Há também uma série de desenhos animados de A Pequena Sereia, mostrando as aventuras de Ariel antes do primeiro filme.

A personalidade de Ariel é de uma garota curiosa e corajosa. Além de ser muito gentil e sonhadora. Por mais que queira explorar o mundo dos humanos, ama sua família de todo coração e se preocupa com todos. Muito generosa, uma princesa admirável.

A voz de Ariel

Jodi Benson, a atriz que fez a voz de Ariel cantando aquelas canções todas lindas do filme A Pequena Sereia, vai reprisar deu papel no filme Detona Ralph 2, onde todas as princesas vão aparecer. Esse filme deve sair em novembro de 2018, mas até lá dá pra se deliciar com a voz de Jodi em vários vídeos do canal da Disney no YouTube.

E aí, já sabiam dessas curiosidades a respeito da Ariel? As informações foram tiradas do site Oh My Disney e algumas das imagens também.

Beijos e até a próxima!

Você sabe o que é DisneyBounding?

O assunto do momento é o filme da Bela e a Fera e a magia da Disney nos faz sonhar mais uma vez. E há quem seja super fã dos filmes e personagens da Disney e leve isso a um outro nível. É aí que entra o que é chamado lá fora de DisneyBounding, que nada mais é do que se vestir de maneira que remeta a um determinado personagem, seja uma princesa, um príncipe, um herói ou até mesmo vilão.

Unique Vintage

É como se você pegasse as roupas do seu armário que tivessem as cores de um personagem e as combinasse de modo que seu look fizesse com que você o lembrasse. Não é o mesmo que se fantasiar do personagem, e sim, algo que você pode levar para o dia-a-dia.

É bastante comum ver pessoas pelos parques da Disney se vestindo dessa maneira, como se inspiradas pelo passeio, e isso as fizesse se sentir ainda mais em casa. Não que isso seja necessário, pois uma vez que você põe os pés no lugar mais feliz do mundo é praticamente impossível não se deixar levar pelo clima feliz. Sério, toda vez que visito a Disney não tenho mais vontade de sair de lá. Os problemas definitivamente ficam do lado de fora.

Vale lembrar que a Disney não permite que visitantes usem fantasias completas dos personagens. Isso poderia fazer com que o público se confundisse com os funcionários dos parques. Apesar disso, o DisneyBounding é incentivado sim!

Existem inúuuumenos exemplos de DisneyBounding na internet! Seja no Pinterest, ou no Polyvore, tem vários looks seguindo esse estilo.  Andei pesquisando e percebi que é super fácil trazer um pouco  dessa magia pro dia-a-dia e até brinquei de criar alguns looks básicos no meu perfil do Polyvore.

DisneyBouding - Ariel Look DisneyBounding - Bela Look DisneyBounding- Look Branca de Neve DisneyBounding - Cinderella Look

 

Agora, exitem pessoas que são de fato dedicadas a isso. A Lady Damfino é uma dessas pessoas que super se produzem, investem e se dedicam a essa peculiar prática fashionista. E ela consegue looks belíssimos. Dá uma olhada no instagram dela:

 

Get you a gal who can do both. 💁🏻🍎☠️👑 #youneverknowwhichoneyouregonnaget

Uma publicação compartilhada por Lady Damfino (@damfino) em

I’m his favorite deputy. ❤️✨

Uma publicação compartilhada por Lady Damfino (@damfino) em

Same Gaston, same. #gottaloveagoodmagicmirror ✨❤️

Uma publicação compartilhada por Lady Damfino (@damfino) em

Recentemente a loja americana Unique Vintage lançou uma coleção toda inspirada em personagens da Disney, a The Happiest Collection on Earth. A coleção é linda e eles enviam para o Brasil. Porém com crise e outros probleminhas, pode ser que os valores fiquem salgados pro bolso. Mas vale a pena dar uma olhada, tem cada coisa mais linda que a outra!

Imagem retirada do site Unique Vintage, coleção The Happiest Collection on Earth