Resenha: A Lâmina da Assassina, Sarah J. Maas

Oi gente! Demorei, mas vim com mais uma resenha de um livro super bacana, A Lâmina da Assassina, de Sarah J. Maas, a autora da saga Trono de Vidro.

A Lâmina da Assassina

A Lâmina da Assassina conta mais um pouco da história de Celaena Sardothien, a famosa assassina de Adarlan, antes de ser presa nas minas de sal de Endovier. Neste livro conhecemos um pouco de Sam, um dos assassinos que, assim como ela, trabalhava para Arobynn, o rei dos assassinos do Forte da Fenda.  Sam foi o primeiro grande amor de uma turrona, convencida e arrogante Celaena. Arobynn, por sua vez, foi seu salvador, mas possui nas mãos o poder para sua ruína.

Arobynn é um homem de belo porte, elegante como um verdadeiro rei, porém implacável, manipuladorvingativo como se espera que seja um rei de assassinos. Ele quem salva Celaena da morte aos 8 anos de idade em circunstâncias que, por mais que a autora nos desperte a curiosidade enormemente, não são reveladas. O livro explica que quando o rei dos assassinos escolhe seus pupilos, faz com que eles tenham tudo do bom e do melhor, com a condição de trabalharem para ele e pagarem tudo de volta com o dinheiro acumulado pelos serviços feitos.

A Lâmina da Assassina

A história do livro considerado 1.5 gira em torno de como Celaena e Sam se envolveram nos eventos que selariam o destino de ambos. Nesse ínterim os dois se apaixonam e vivem uma história de amor completamente ameaçada por um possessivo Arobynn. Apesar de sua aparente tranquilidade e aceitação, não permitirá que vivam esse romance impunemente. São eventos que precedem a saga Trono de Vidro, contados até o preciso momento em que Celaena acaba presa, indo parar em Endovier.

A Lâmina da Assassina
O mapa de Erilea, com ele dá pra ter uma noção das viagens de Celaena nestas histórias, como quando ela viajou pela Terra Desértica para encontrar a ordem dos Assassinos Silenciosos, ou quando ela libertou os escravos na Baía da Caveira. <3

 

Sam é encantador por si só. A princípio achamos que ele não tem nada de especial além de sua beleza (tantas vezes exaltada por Celaena em seus pensamentos). Mas pouco a pouco a autora vai mostrando o caráter e as motivações do personagem. Assim o rapaz nos conquista mais rápido do que conquista Celaena. Sam é apaixonante.

 

A Lâmina da Assassina
A contra capa e um dos vestidos maravilhosos de Celaena. Ela pode ser arrogante e até um pouco fútil, mas tem bom gosto e quando não está de serviço gosta de se vestir como uma princesa.

 

 

É um livro que aprofunda um pouco mais no passado de Celaena, nos apresentando personagens bastante controversos, explicando muito da essência da protagonista. Todos os personagens tem fundamental importância para compreendermos melhor as nuances dela, nos levando a entender melhor suas escolhas.

A complexidade de Celaena é uma das coisas mais bacanas de se acompanhar nos livros. Ela às vezes parece uma menina mimada, às vezes uma mulher orgulhosa. A sua arrogância algumas vezes lhe causa problemas, e seu excesso de confiança em si mesma pode colocá-la em situações bastante complicadas. Tem horas que ficamos com raiva dela. Ela é humana e cheia de defeitos. Uma anti-heroína. Porém ela possui um código de honra bastante peculiar e a maneira como sempre procurar disfarçar suas admiráveis qualidades, evitando assim expor suas presumidas fraquezas, ela conquista o leitor que acaba torcendo por ela. É visível o amadurecimento dela a cada evento. Mas não é um amadurecimento completo e repentino. É gradual e explica muita coisa.

Ainda assim deixa no ar um mistério enorme sobre o passado dela, do qual nem ela mesma quer falar. O que nos leva a crer que ela está destinada a coisas grandiosas e se tornar uma assassina foi apenas um desvio do caminho induzido por outras pessoas.

O universo criado por Sarah J. Maas é tão rico e surpreendente que a existência de tantos mistérios ainda não esclarecidos na história  fazem com que queiramos ler mais e mais. A Lâmina da Assassina também é assim. Não aparece quase nada sobre magia neste livro, uma vez que foi banida pelo rei de Adarlan. Mas isso só deixa as coisas mais interessantes.

Há muito a descobrir ainda! Por sorte ainda tenho vários volumes pela frente. Estou no volume 2 da saga Trono de Vidro e muitos mais mistérios vão surgindo me deixando cada vez mais “encucada”.

O livro é da Editora Galera Record, com tradução de Mariana Kohnert.

Design de caixão? Conheça o trabalho de Paa Joe

Estava eu em minha aula no sábado passado, tranquila, anotando tudo como uma boa aluna, quando a professora começa a falar de Paa Joe, um artista/ designer de caixões. Sim, design de caixão existe gente! Daí você pensa “nossa, que coisa macabra” e meio que torce o nariz. Até você ver as coisas que o ganês Joseph Ashong faz. Mais conhecido como Paa Joe, ele é considerado o mais importante artista de caixão de sua geração. Seus caixões fantasiosos estão nas coleções de muitos museus de arte em todo o mundo, incluindo o British Museum em Londres.

Design de caixão

Dá só uma olhada em algumas coisas que ele já fez.

Design de caixão
Sim, isso é um caixão!

Design de caixão

Design de caixão

Design de caixão

Design de caixão
Conheço gente que gostaria de ser enterrada em uma garrafa de Coca-Cola hehehe

Design de caixão

Design de caixão

Paa Joe começou sua carreira aos 12 anos de idade como aprendiz de artista de caixão na oficina de Kane Kwei (1924-1992) em Teshie. Em 1976, Paa Joe iniciou seu próprio negócio em Nungua. Ele treinou muitos jovens artistas como Daniel Mensah, Eric Kpakpo ou Kudjoe Affutu que também se tornaram artistas de caixões muito bem-sucedidos. Sim, gente, isso existe!

Em 2007, Paa Joe mudou sua oficina de Nungua para Pobiman (Greater Accra), onde trabalha com seus filhos Jacob e vários outros colaboradores. Em 2013, Paa Joe foi convidada para uma residência de seis semanas para Nottingham, Grã-Bretanha.

Em 2016, o diretor Benjamin Wigley e a produtora Anna Griffin da Grã Bretenha, fizeram um documentário chamado  “Paa Joe and the Lion“. Nele, é possível ver um pouco da personalidade do artista, seu processo criativo super simples e autêntico (sem aquelas presepadas de artistas contemporâneos pedantes sabe?) e muitos dos caixões criados por ele. No trailer dá pra ter uma ideia de que ele leva a vida de maneira bem humilde. Um trabalhador com sua batalha diária.

Paa Joe & The Lion Trailer from Benjamin Wigley on Vimeo.

O que eu acho disso tudo? Acho o máximo! Pois a vida é curta demais para a gente levar tudo a sério. E a morte, por mais dolorosa que seja para quem fica (experiência própria), é apenas uma passagem pela qual todos nós passaremos. Então por que não fazê-la de maneira mais leve (dentro do possível)?

E vocês, o que acharam desses caixões fantasiosos?

Quer ver mais artigos sobre design? Clica aqui. =)

Pilates: o que é, como surgiu e seus benefícios

Oi gente, como estão? Vocês já devem ter ouvido falar de Pilates muitas e muitas vezes, não é? Há quem diga que seja só modinha. Mas essa modalidade está disponível aí firme e forte em diversos estúdios em todos os lugares há uns bons anos.

Pilates

Lembra que eu havia falado que estava praticando novamente neste post de uns meses atrás? Pois é, continuo firme e forte, e até aumentei minha frequência de 2 vezes na semana para 3 vezes na semana, o que deu um up no meu treino. E os resultados estão cada vez mais aparentes me deixando feliz da vida! Meus braços já começaram a ficar mais definidos e, com ajuda de atividades aeróbicas, já emagreci bastante. Assim, o trabalho muscular feito com o Pilates tem aparecido mais conforme vou queimando as gordurinhas com reeducação alimentar e corrida ou dança.

Para quem detesta musculação e quer ficar em forma, Pilates parece ser um dos exercícios mais indicados para isso. O bacana é que aula a aula, de pouquinho em pouquinho, você vai percebendo as mudanças no seu corpo. Além disto, você percebe despertar sua consciência corporal e percebe que passa a executar os exercícios de maneira mais eficiente. É uma delícia!

Mas afinal, o que é Pilates?

O método foi elaborado no começo do século vinte pelo atleta alemão Joseph H. Pilates como um sistema de exercícios para melhorar a flexibilidade, consciência corporal, equilíbrio e força. Pilates acreditava que o estilo de vida moderno, má postura corporal e respiração ineficiente ocasionavam saúde ruim.

Pilates

Olhá só esse videozinho gracinha contando um pouco mais de como surgiu o método.

Segundo Joseph Pilates, após as 10 primeiras aulas, o praticante sente que o corpo mudou; após 20 aulas, que as mudanças são visíveis ; após 30, as demais pessoas começam a notar as mudanças. Movimentos fluentes são feitos sem pressa e com muito controle para evitar estresse. O alinhamento postural é importante em cada exercício, ajudando na melhora da postura global do indivíduo. Assim, a força, a tonificação e o alongamento são trabalhados de dentro para fora do corpo, tornando-o forte, bonito, saudável, harmonioso e elegante. Sem hipertrofia, sabe?

Como são as aulas?

– Apresentam exercícios suaves e eficazes (dependendo do nível do aluno, os exercícios serão mais intensos);
Poucas repetições de cada movimento;
Grande repertório de exercícios;
Aulas únicas, sem monotonia!
– Uso de aparelhos e acessórios criados especialmente para os exercícios;
Não há desgaste físico.

As aulas são bastante direcionadas, sabe? Em estúdios de Pilates, geralmente são no máximo 4 alunos por professor, mas a maioria prefere trabalhar com no máximo 3. Assim, é possível dar um atendimento mais personalizado para cada aluno. Então, por mais que hajam outras pessoas fazendo aula no mesmo horário que você, os exercícios que o professor (ou professora) te passar serão diferentes dos do colega. E são sempre novos desafios!

Eu já cheguei em um nível em que a professora exige muito mais de mim do que das senhorinhas que fazem aula no mesmo horário que eu. Então, depende muito de cada um.

Pilates

Os Benefícios:

Aumenta a resistência física e mental;
– Alongamento e maior controle corporal;
Correção postural;
– Aumento da flexibilidade, tônus e força muscular;
Alívio das tensões, estresse e dores crônicas;
– Melhora da coordenação motora;
– Maior mobilidade das articulações;
Estimulação do sistema circulatório e oxigenação do sangue;
– Facilita a drenagem linfática e eliminação das toxinas;
Fortalecimento dos órgãos internos;
– Aumento da concentração;
– Trabalha a respiração;
– Promove relaxamento.

Mas Pilates emagrece?

Esta é a pergunta que não quer calar. Então, sabe a musculação? Ela sozinha não emagrece, mas fortalece os músculos né? A tal massa magra. O Pilates também funciona assim, como uma musculação. Gasta calorias sim, mas não tanto quanto uma corrida, ou uma hora de dança, por exemplo.

A diferença do pilates para a musculação é que com o método de Joseph você consegue uma musculatura definida e “sequinha“. Seguindo uma linha mais esguia, mais elegante. A musculação te permite – com o devido tempo – a desenvolver uma hipertrofia, ou seja, deixar os músculos “grandes”.  Vai depender do seu objetivo. Se quiser ficar como uma Graciane Barbosa da vida, a melhor opção é musculação pesada e anos de dedicação. Agora, se quer só ficar elegante, sem flacidez e ter uma maior flexibilidade, pilates é para você.

Resumindo, Pilates pode sim ser uma ferramenta auxiliar no emagrecimento. Vai te ajudar a construir massa magra por debaixo das gordurinhas. Combinando pilates com alguma atividade aeróbica de sua preferência e uma alimentação bem bacana e balanceada, certeza que é sucesso. Pois não adianta só fazer exercício físico e não ajeitar a alimentação. É preciso ter esse cuidado com o que come, caso contrário você só construirá músculos por baixo da gordura e esta não irá embora sozinha.

Não existe fórmula mágica. Para emagrecer é preciso: atividade física e alimentação correta. Sem radicalismos, por favor!

Quem pode praticar?

Praticamente todo mundo pode! Este método promove harmonia muscular para todas as idades, condicionando e energizando seu corpo através dos exercícios. Como eu disse anteriormente, as aulas têm poucos alunos por professor e portanto o atendimento é bastante personalizado.

Estes exercícios especiais podem ser feitos por qualquer indivíduo, desde o super treinado ao sedentário, do idoso ao adolescente, podendo ser recomendado como condicionamento e prevenção de lesões para todos os indivíduos. Ou seja, qualquer pessoa, entre 12 e 100 anos e em todos os níveis de condicionamento físico pode praticar. O importante é sempre avisar ao professor sobre alguma limitação que você tenha, seja alguma lesão recente ou alguma dor. Assim o professor pode te ajudar direitinho, melhorando sua qualidade de vida e evitando maiores lesões.

Eu acho que todos deveriam praticar. Só faz bem. Ao corpo, ao coração, à mente, à alma. Absolutamente tudo fica melhor. Eu até já ando mais confiante aonde quer que eu vá!

O fato é que, não importa qual modalidade você escolha ou se identifique, o importante é sempre se mexer. Ficar parado faz mal a saúde. Vivamos mais saudáveis e felizes. 🙂

Meus objetivos fitness - Pilates
Foto minha praticando pilates de alguns anos (2011). Ainda tenho que tirar uma nova foto, mas prometo postar uma atual no meu instagram. Aliás, me segue lá! 🙂