Trono de Vidro 2 – Coroa da Meia-noite

Como vocês já devem ter lido aqui e aqui, eu sou uma grande entusiasta da série de livros Trono de Vidro, de Sarah J. Maas. Comecei a ler meio que sem querer um e-book que ganhei numa promoção da Amazon. Quando vi comprei praticamente a série toda em livros físicos. E, vou dizer uma coisa muito séria a vocês:  se o livro 1 e o livro 1,5 já eram excelentes, em Trono de Vidro 2 a história vai ficando cada vez melhor.

Caso você ainda não tenha lido o volume 1, melhor parar a leitura por aqui pois pode conter spoilers. Afinal é impossível falar da continuação sem revelar uma coisinha ou outra né.

Trono de Vidro 2

Trono de Vidro 2 – A coroa da Meia-noite retoma a história de Celaena Sardothien um pouco depois dos acontecimentos do primeiro livro. Nesse ponto, recomendo demais ler A Lâmina da Assassina. Este volume é importante pois, apesar de ser sobre um passado recente de Celaena, nos ajuda a entender muitas coisas sobre a própria assassina e ajuda a compreender também algumas nuances da história que aos poucos se desenvolve.

Celaena é agora a campeã do Rei de Adarlan, após ter vencido – às duras penas – o fatídico torneiro relatado no primeiro volume. O rei cruel e com um aspecto demoníaco cada vez mais aparente, manda sua campeã em viagens para assassinar diversas pessoas. Além de ter que levar provas dos assassinatos, Celaena é impedida de fugir por uma ameaça feita pelo rei de matar os amigos que fez na corte. Os amigos e as famílias deles. Sim, a assassina, por mais que tente esconder, por mais que esteja calejada das decepções e horrores pelos quais passou, ainda tem um coração. Assim, temendo por seus amigos ela faz o que está ao seu alcance para que o rei pelo menos acredite que ela está cumprindo suas ordens.

É interessante notar o quanto a autora é habilidosa em desenvolver a trama. Não há enrolação, sabe? Tudo está conectado então é importante prestar atenção. À medida em que a trama vai se desenvolvendo percebemos que nada é o que parece  e os personagens tem uma complexidade, uma profundidade, que vai muito além das aparências.

O príncipe Dorian não é simplesmente um cara vaidoso, superficial e mulherengo. Ele tem mais a mostrar e a desenvolver de acordo com o caminhar da história. Acredito que será peça chave para coisas grandiosas mais adiante.

O capitão da guarda Chaol não é só um soldado rígido e disciplinado. Há muito mais nele. Há uma paixão ardente que ele a todo custo tenta não demonstrar até que não seja mais possível. Além disto, há algo de misterioso em seu passado que nos dá uma noção do papel que ele pode vir a desempenhar.

A princesa Nehemia, que se torna a melhor amiga de Celaena, não é uma princesa indefesa. É uma mulher forte e inteligente que quer libertar seu povo das garras do cruel rei de Adarlan. Ela sabe muito mais do que demonstra.

Trono de Vidro 2

Tudo está ligado, como se o universo lentamente conspirasse a favor de Celaena para que ela cumpra o seu verdadeiro destino. Não que o universo conspire de maneira tranquila. Pelo contrário. E neste volume há ainda mais magia que no primeiro.

O destino de Celaena é empolgante, maravilhoso e ao mesmo tempo assustador. Um destino do qual ela foge desde que fora encontrada pelo o Rei dos assassinos ainda criança. Ela SABE quem ela é, sabe a sua importância, mas tem medo e foge disso. Quase como uma garotinha mimada e voluntariosa, o que deseja é completar os anos de serviço com o rei e depois desaparecer. A gente acaba ficando com raiva dela algumas vezes por ser tão teimosa. Somente algo grandioso fere Celaena tão profundamente a ponto de ela começar a aceitar (em parte) o destino do qual sempre fugiu. Não vou contar o que é, mas ela tem um grande baque na história que muda absolutamente tudo para ela.

Trono de Vidro 2

Gente, sério, são MUITAS revelações importantes nesse livro. Trono de Vidro 2 nos faz ter certeza que ainda há muita coisa por vir. Eu mesma já emendei do volume 2 para o volume 3 de tão empolgada que fiquei com o final de Coroa da Meia-noite. É aquele tipo de livro que a gente fica com vontade de mais e mais. Sarah J. Maas sabe bem o que está fazendo e sabe envolver os leitores como ninguém.

Trono de Vidro 2 – Coroa da Meia-noite é  da Editora Galera Record, com tradução de Mariana Kohnert.

E você? Já leu algum volume de Trono de vidro? Está gostando? Conte nos comentários o que achou.

Beijos e até a próxima. 😉